terça-feira, 5 de outubro de 2010

nossa ex-casinha...

**Aviso aos navegantes... post de hoje é um desabafo.. então... não se preocupe.. não fico triste se vc não ler...**


Como eu  já havia dito antes.. eu gosto de tudo um pouco.. visito vários blogs de todos os assuntos que me chamam a atenção, claro..
E hoje eu estava de bobeira e "achei" alguns sobre casa e construção.. é tão legal concretizar o sonho de ter a casinha, do jeitinho que sonhou.. é gostoso olhar os detalhes, fazer orçamentos...
Tudo isso é bom.. e nós já passamos por isso.. só que o nosso sonho durou pouco.. mas tenho ótimas lembranças (e outras nem tanto) de quando estávamos construindo.. muito aprendizado e uma certeza: NÃO quero mais construir! hehehe

Gente.. fala sério é muito estresse! Pedreiros, serviços (ficamos quase 1 mês brigando com a compania elétrica pra ligarem nossa luz), vizinhos que se aproveitavam de ter materiais dando sopa, palpiteiros chatos, e gastos.. muitos gastos.. antes de contruir tínhamos carro zero (pop mas era novinho em folha), poupança e tranquilidade.. depois que construimos não tínhamos mais carro, nem $$ e muito menos tranquilidade... o pior eram aqueles que antes ficavam falando que pagar aluguel não vale a pena, é dinheiro "Morto" e depois ficar dizendo que tinham nos avisado que não era pra construir.. ai ai, só de falar me sobe o sangue..
Tenho que admitir que antigamente não tínhamos muita personalidade. aquela coisa de querer fazer algo, mas escutar mais a opinião dos outros e depois se ferrar e eles ainda nos darem sermão...
Claro que as cada um sabe o que é melhor pra si.. só que nós (meu molho e eu).. recém estávamos começando a construir nossa vida.. Quando casamos nós morávamos em São Leopoldo (RS) e meu marido trabalhava em Novo Hamburgo (cidade próxima).. só que no mesmo ano ele foi chamado pra trabalhar em Igrejinha (60km de casa) o salário inicial era menor, mas havia muito mais perspectiva de crescimento então ele aceitou, continuamos morando em SL (na casa dos sogros) e começamos a procurar um apto pra alugar na nova cidade.. Claro que pra quem não paga aluguel ter que começar a pagar é ruim, mas estávamos pensando seriamente nessa opção, até tínhamos feito porjetos pra ver quais móveis serviriam e tal (meu marido é super, ultra organizado.. tudo é planejado com cuidado)
Daí um monte de gente, entre eles família e até colegas de trabalho começaram a falar de construir.. ok é verdade.. é bem melhor pagar pelo que é nosso do que não.. Então amarramos a corda no pescoço, vendemos o carro, torramos as economias, pegamos $$ emprestado e construimos nosso  lar doce lar...
Tenho que dizer que foi bom, foi mesmo.. cada detalhe do jeito que a gente quer.. tomadas nas paredes para aparelhos específicos, a nossa amiga que fez o projeto da casa fez junto  o projeto dos móveis da cozinha. então era tudo feito com muito amor..
E quando nos mudamos foi maravilhoso.. não tínhamos pátio arrumado, nem muitos móveis dentro de casa mas éramos felizes.. mesmo atolados em dívidas..
Mas daí veio uma nova notícia.. tranferência do Daniel pro Mato Groso! Choque! Total!

Então imaginem o quanto eu chorei.. sim meninas.. a gente fala que não é materialista, mas vai morar so 6 meses na casa construida com tanto suor pra ver se vc não fica abalada... Fiquei muito, muito triste.. meu marido e eu.. nunca imaginávamos que ficaríamos tão pouco tempo lá...
Mas depois do choque veio a pressa! È.. sequei minhas lágrimas e vamos preparar a mudança... já nem queria mais ficar lá. qeuria passar calor no centro-oeste..
E fomos de mala e cuia (cuia só pra enfeite porque quase não tomamos chimarrão)..
Só por estar no MT já era difícil, ainda mais pagando dívidas da casa novinha e vazia e pagando aluguel.. Nos afundamos mais um pouco...
E o pior (lá vou eu apertar e mesma tecla) era o povo dizendo "viu, eu disse pra não construir".. gente. me dói o coração só de lembrar.. eles pensam que a gente é esquecido? Te liga o bico de luz...
Mas tudo bem.. passamos pelo MT com muito, mas muito aprendizado, finalmente encontramos nossa personalidade e força pra ter nossa opinião, conhecemos lugares lindos, experiências únicas (tanto boas quanto ruins) e Graças ao bom Deus.. o Daniel foi tranferido aqui pro PR em 2008 e em 2009 vendemos nossa casa, pagamos nossas dívidas (hoje temos outras, mas bem mais leves) e hoje estamos planejando viver em Curitiba por tempo indeterminado e comprar nossa casinha.. planos. quem vive sem eles :)

Construir é mágico, mas tem que ser feita um planejamento milimétrico e ter a certeza que vc não vai querer se mudar depois...

E pra finalizar.. posto a foto da nossa casa que depois de 6 meses morando nela colocamos a venda...


Era lindinha, né.. a grade de coração foi idéia do marido e minha mãe quando viu fez um tapete com corações pra combinar :)
Obrigada pela paciência ...
Bjos

2 comentários:

Tati Pastorello disse...

Ká querida, como não ler até o fim? Imagino o que tenha sido. Há não apenas o desgaste e gasto, mas tantos sonhos e planos colocados ali. Em 6 meses com certeza vocês não conseguiram colocá-los em prática. Espero que a próxima casa, em Curitiba, fique por mais tempo e que seja como VOCÊS quiserem! Beijos.

Karine disse...

Obrigada Tati.. com certeza, muitos planos ficaram pra depois, mas realizamos outros tb...
Nós gostávamos de Igrejinha, mas Curitiba é BEM melhor hehehe
Deus sabe o que faz...
A gente só tem que aprender e crescer com essas coisas...

Bjos e obrigada pleo teu carinho :)